• Compartilhe

MISTÉRIOS DA ALEGRIA – PRIMEIRO DIA DA NOVENA DO TERÇO

Joyfulterco_maxVEJA AQUI AS ORAÇÕES DO TERÇO

 

MISTÉRIOS DAS ALEGRIAS

ANUNCIAÇÃO

Lucas 1,21-38

No sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré,
a uma virgem desposada com um homem que se chamava José, da casa de Davi e o nome da virgem era Maria.
Entrando, o anjo disse-lhe: Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo.
Perturbou-se ela com estas palavras e pôs-se a pensar no que significaria semelhante saudação.
O anjo disse-lhe: Não temas, Maria, pois encontraste graça diante de Deus.
Eis que conceberás e darás à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus.
Ele será grande e chamar-se-á Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi; e reinará eternamente na casa de Jacó,
e o seu reino não terá fim.
Maria perguntou ao anjo: Como se fará isso, pois não conheço homem?
Respondeu-lhe o anjo: O Espírito Santo descerá sobre ti, e a força do Altíssimo te envolverá com a sua sombra.
Por isso o ente santo que nascer de ti será chamado Filho de Deus.
Também Isabel, tua parenta, até ela concebeu um filho na sua velhice; e já está no sexto mês aquela que é tida por estéril,
porque a Deus nenhuma coisa é impossível. 
Então disse Maria: Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo afastou-se dela.

Imagine a cena da Anunciação.

Terço das Alegrias

Terço das Alegrias

Deus envia o Anjo Gabriel para anunciar a Virgem Maria e pedir seu consentimento para o Plano Divino de Redenção.
A  Virgem Maria dá a sua resposta, o seu SIM, seu FIAT.
Ela diz: Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra.
Deus não impôs esta missão a Maria, Ele quis que Ela consentisse. E Ela disse SIM!
Do mesmo modo conosco, Deus espera nossa resposta para que possa unir-se a nós.
Que todos os os dias de nossas vidas sejam dias de SIM a Deus.

VISITAÇÃO

Nossa-Senhora-da-Visitação

A visitação de Maria à sua prima, Isabel: Lucas 1: 42-45
E exclamou em alta voz: Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre.
Donde me vem esta honra de vir a mim a mãe de meu Senhor?
Pois assim que a voz de tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança estremeceu de alegria no meu seio.
Bem-aventurada és tu que creste, pois se hão de cumprir as coisas que da parte do Senhor te foram ditas!

Reflexão

Veja como o Espírito Santo recebe a Virgem Maria através das palavras de Isabel: “Bem-aventurada és tu que creste, pois se hão de cumprir as coisas que da parte do Senhor te foram ditas!.”
Pela fé na Palavra de Deus a Virgem Maria tornou-se Mãe de Cristo.
Qual outra criatura finita  recebeu homenagem como esta do Ser Infinito?

Maria dá toda a glória ao Senhor pelas coisas maravilhosas que são realizadas Nela.
A partir do momento da Encarnação a Virgem Mãe canta em seu coração um cântico cheio de amor e gratidão.
Na presença de sua prima Isabel que ela expressa os sentimentos mais profundos de seu coração com o “Magnificat”, que, no decorrer dos séculos, seus filhos vão repetirão com ela para louvar a Deus por  a ter escolhido  entre todas as mulheres:
“E Maria disse: Minha alma glorifica ao Senhor,
 meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador,
porque olhou para sua pobre serva. Por isto, desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações,
porque realizou em mim maravilhas aquele que é poderoso e cujo nome é Santo.
 Sua misericórdia se estende, de geração em geração, sobre os que o temem.
 Manifestou o poder do seu braço: desconcertou os corações dos soberbos.
Derrubou do trono os poderosos e exaltou os humildes.
Saciou de bens os indigentes e despediu de mãos vazias os ricos.
Acolheu a Israel, seu servo, lembrado da sua misericórdia,

conforme prometera a nossos pais, em favor de Abraão e sua posteridade, para sempre.”

NASCIMENTO

A Natividade de Nosso Senhor: Lucas 2, 6-7
reis-magos1

Estando eles ali, completaram-se os dias dela.
E deu à luz seu filho primogênito, e, envolvendo-o em faixas,
reclinou-o num presépio; porque não havia lugar para eles na hospedaria.
Reflexão

A Virgem Maria vê que o filho que ela deu ao mundo, uma criança na aparência como todas as outras crianças, é o próprio Filho de Deus. A alma de Maria foi preenchida com uma imensa fé que brotou em seu ser e superou a fé de todos os homens justos do Antigo Testamento; é por isso que ela reconheceu  Deus em seu próprio Filho.

Esta fé se manifesta externamente por um ato de adoração. De seu primeiro olhar em Jesus, a Virgem prostrou-se interiormente em um espírito de adoração tão profunda que nós nunca poderemos sondar a sua profundidade.
No coração de Maria estão unidos em perfeita harmonia a adoração de uma criatura de Deus e seu amor de uma mãe por seu filho único.
Como deve ser maravilhosa  a alegria na alma que  Jesus  experimentou edste amor sem limites de Sua Mãe!
Entre estas duas almas tiveram lugar trocas incessantes de amor que os trouxe à união cada vez mais estreita.
Que admirável intercâmbio: a Maria Jesus dá os maiores dons e graças, e  a Jesus Maria dá-lhe mais ampla cooperação no projeto Divino!

APRESENTAÇÃO NO TEMPLO

4 (1)
Lc 2, 22-24

Concluídos os dias da sua purificação segundo a Lei de Moisés, levaram-no a Jerusalém para o apresentar ao Senhor
conforme o que está escrito na lei do Senhor: Todo primogênito do sexo masculino será consagrado ao Senhor (Ex 13,2);
e para oferecerem o sacrifício prescrito pela lei do Senhor, um par de rolas ou dois pombinhos.

Reflexão

No dia da Apresentação Deus recebeu infinitamente mais glória do que Ele tinha recebido até então recebido no Templo com todos os sacrifícios e todos os holocaustos do Antigo Testamento.
Neste dia é o Seu próprio Filho Jesus Quem é oferecido a Ele, e que oferece ao Pai a homenagem infinita de adoração, agradecimento, expiação e súplica.
Este é realmente um presente digno de Deus.
E é a partir das mãos da Virgem, cheia de graça, que esta oferta, de modo agradável a Deus, é recebida.
A fé de Maria é perfeita.
Preenchido com a sabedoria do Espírito Santo, ela tem uma compreensão clara do valor da oferta que ela está fazendo a Deus neste momento; por Suas inspirações do Espírito Santo traz sua alma em harmonia com as disposições interiores do coração de seu Divino Filho.
Assim como Maria tinha dado seu consentimento em nome de toda a humanidade, quando o anjo anunciou a ela o mistério da Encarnação, assim também neste dia Maria oferece Jesus ao Pai, em nome de toda a raça humana.
Ela sabe que seu filho é “o Rei da Glória, a nova luz acesa antes do amanhecer, o Mestre de vida e morte.”

ENCONTRO DO MENINO JESUS NO TEMPLO

Encontro de Nosso Senhor no Templo: Lucas 2: 46-51
mystery-rosary5

Três dias depois o acharam no templo, sentado no meio dos doutores, ouvindo-os e interrogando-os.
Todos os que o ouviam estavam maravilhados da sabedoria de suas respostas.
Quando eles o viram, ficaram admirados. E sua mãe disse-lhe: Meu filho, que nos fizeste?! Eis que teu pai e eu andávamos à tua procura, cheios de aflição.
Respondeu-lhes ele: Por que me procuráveis? Não sabíeis que devo ocupar-me das coisas de meu Pai?
Eles, porém, não compreenderam o que ele lhes dissera.
Em seguida, desceu com eles a Nazaré e lhes era submisso. Sua mãe guardava todas estas coisas no seu coração.

Reflexão

“Por que me procuráveis? Não sabíeis que devo ocupar-me das coisas de meu Pai?”
Esta é a resposta que Jesus deu a Sua Mãe, quando, após procurá-lo per três dias ela teve a alegria de encontra-lo  no templo.
Estas são as primeiras palavras que vêm dos lábios do Verbo Encarnado registradas no Evangelho.
Com estas palavras, Jesus resume toda a sua pessoa, Sua vida inteira, toda a sua missão. Elas revelam Sua filiação divina; elas testemunham a Sua missão sobrenatural.
Toda a vida de Cristo será apenas uma clarificação e magnífica exposição do significado dessas palavras.
São Lucas continua a dizer-nos que Maria “não entendeu a palavra que ele falou.” Mas sem compreender o significado completo dessas palavras, ela não tinha dúvidas de que Jesus era o Filho de Deus.
É por isso que ela ouviu em silêncio que Divina Vontade que tinha exigido tal sacrifício de seu amor.
“Sua mãe guardava todas estas coisas no seu coração..”
Ela guardou em seu coração, porque ali estava a tenda em que ela adorava, o mistério escondido nas palavras do Filho, esperando até que a luz plena da compreensão seja concedida a Ela no tempo certo.

VÍDEO COM A ORAÇÃO DO MISTÉRIO GOZOSO POR PADRE JOÃOZINHO

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

  • Comente no Facebook

  • Receba nossas atualizações por email

    Enter your email address:

    Delivered by FeedBurner